Confusão de jovens com vinho que custava R$ 1.650 vira questão de prova em universidade baiana

  • 10/07/2024
(Foto: Reprodução)
Grupo de amigos pensou que bebida custasse R$ 165 e pediu duas garrafas; susto deles após descobrirem valor viralizou nas redes sociais. História de jovens que confundiram preço de vinho em restaurante de Salvador virou questão de prova Arquivo pessoal/Arte g1 A história dos amigos que confundiram o preço de um vinho — pensaram que a garrafa de R$ 1.650 custava R$ 165 — virou até questão de prova. A matéria do g1 sobre o caso foi usada como alternativa em uma das perguntas. Jovens que se confundiram e pagaram R$ 1.650 em vinho em restaurante na Bahia ganham jantar de cortesia Quarteto que confundiu preço de vinho em restaurante na BA nem pediu sobremesa para economizar A prova foi aplicada na manhã desta quarta-feira (10) para as turmas do 4º e 5º semestre do curso de Jornalismo da Unijorge, em Salvador. A avaliação é da disciplina de Reportagem Investigativa e contou com cinco questões objetivas, entre elas a pergunta que pedia para os alunos escolherem a resposta que melhor representasse uma notícia com as características de investigação. A professora Talyta Singer, responsável por elaborar o exame, disse que incluiu a história do vinho pelo interesse humano despertado. "Nada aconteceu, não mudou a vida de quase ninguém, a não ser das quatro pessoas envolvidas, mas a gente se identifica, quer saber o que aconteceu depois". Ela conta que primeiro viu a repercussão nas redes sociais, mas soube os detalhes do caso ao acessar o portal. Na terça (9), o g1 publicou uma entrevista com a arquiteta Thalyta Figueiredo, uma das quatro jovens que confundiu o preço do vinho em um jantar no domingo (7). E qual a resposta certa? Ao ler o relato, a professora decidiu que valia a pena levar a história para a sala de aula. "Eu sempre uso exemplos do que está publicado na imprensa e ontem, na sala dos professores, quando estava produzindo a prova, [isso] já era assunto. É uma questão social que faz a gente pensar". g1 obteve acesso a prova com questão sobre os jovens que confudiram preço de vinho Arquivo pessoal 📱 NOTÍCIAS: Faça parte do canal do g1 Bahia no WhatsApp Mas o susto dos amigos não é a resposta correta da questão. Acertaram os alunos que marcaram a alternativa E: “Por que Amazônia virou ‘barril de pólvora’ e queimadas batem recordes”. “É a que demandaria [mais] apuração, não dependeria de assessoria. Demanda do jornalista levantar informações, [as respostas] não estão dadas”. Os alunos atentos garantiram pelo menos 1,0 ponto na avaliação. Entenda a confusão feita pelos jovens Dois casais de amigos saíram para almoçar no fim de semana em Salvador e, na hora de pedir a conta, foram surpreendidos pelo valor: R$ 4.512,09. O motivo? Eles escolheram, sem saber, um vinho que custava R$ 1.650. Pior ainda: depois de tomar a primeira garrafa, pediram outra. Achavam que pagariam R$ 165 em cada garrafa. A reação do grupo ao perceber o erro viralizou nas redes sociais. A história aconteceu no restaurante Mistura, no último domingo (7), e foi postada no TikTok. Com a repercussão, o restaurante ofereceu um jantar de cortesia ao grupo, que será no próximo dia 14. Quarteto confunde preço de vinho, pede duas garrafas e conta de restaurante passa de 4 mil "A gente sempre escolhe o vinho mais barato pra economizar", diz ao g1 a arquiteta Thalyta Figueiredo, que estava no almoço. A jovem de 27 anos contou que os amigos começaram a beber antes mesmo de conseguir uma mesa, porque o restaurante estava cheio e a espera foi longa. "Ficamos na recepção aguardando ser chamados. Depois, fomos do hall de entrada para o sofá interno, e aí decidimos pedir logo o vinho e duas entradinhas", afirma. Jovens nem pediram sobremesa para economizar: 'Éramos clientes vip e não sabíamos' Jantar sem surpresa: conheça vinhos baianos premiados que custam menos de R$ 1,6 mil Thalyta afirma que teve dificuldade para acessar o cardápio via QR Code, mas a amiga conseguiu visualizar e anunciou o que parecia ser um ótimo negócio: "Gente, tem um [vinho] aqui de R$ 165". Só que Juliana, a amiga, não notou que havia um zero a mais no preço: a garrafa do vinho branco Pêra Manca, de Portugal, não custava R$ 165, mas R$ 1.650. Uma consulta ao cardápio do restaurante na internet mostra que o vinho mais barato lá custa R$ 190. Os valores chegam a R$ 2.599. Os amigos degustaram, aprovaram e seguiram bebendo o vinho até pedirem outra garrafa, sem desconfiar da surpresa que viria no final. Thalyta à direita, na janela, junto ao namorado e um casal de amigos em Salvador Arquivo pessoal A hora da conta Ao analisar a situação posteriormente, Thalyta reconhece que o comportamento dos funcionários dava indícios de um "tratamento vip". Por exemplo: um garçom atravessou o salão só para encher as taças do grupo. Mas a ficha só caiu quando eles pediram a conta. "Quem recebeu foi Pedro [namorado de Juliana]. E, quando ele mostrou, me deu uma dor de barriga, eu fiquei quente." A arquiteta primeiro achou que a conta havia sido trocada com outra mesa. Porém, eles logo conferiram o cardápio e perceberam o erro. "Ficou aquele desespero, a gente ficou constrangido, acho que os garçons perceberam, ficaram esperando a gente chamar pra ver a máquina." LEIA MAIS Segunda maior cidade da Bahia tem ruas com nomes de novela e viraliza na web: 'Meu sonho morar na rua Rei do Gado', diz internauta Conheça 'Jamaico', fã que protagonizou momento engraçado com Ivete durante show na Bahia Funcionários de loja no interior da Bahia fazem 'dancinha da folga' e ganham liberação do chefe após vídeo viralizar; entenda caso Thalyta degustando o vinho caro antes de descobrir o preço Arquivo pessoal Entre idas ao banheiro e muita tensão, eles não tiveram alternativa. Dividiram o total por quatro — ficou R$ 1.128,02 para cada — e pagaram o almoço. Procurada pelo g1, a assessoria de comunicação do Mistura disse que o vinho Pêra Manca "tinha o seu valor explícito no cardápio", mas "se solidarizou com a inexperiência dos jovens". Em nota, a empresa afirmou que a direção tomou conhecimento do fato pelas redes sociais e já entrou em contato com o grupo para oferecer um jantar como cortesia. Confira a nota na íntegra: O Mistura nunca passou por essa situação, mas se sensibilizou com o ocorrido. O restaurante tem um cardápio bem democrático, tanto na gastronomia quanto na enologia, mantendo a tradição da cultura do Mistura, que nasceu em uma barraca de praia, ao lado de uma colônia de pesca no bairro de Itapuã, e sempre com rótulos de vinhos de todas as uvas, regiões e preços, atendendo a todos os bolsos e também aos paladares mais exclusivos. Como o Pera Manca, um dos vinhos de grande valor agregado em qualquer restaurante e que tinha o seu valor explícito no cardápio, assim como todas as bebidas, com taças de vinho a partir de R$ 29 e garrafas até R$ 5.000. A direção do Mistura tomou conhecimento do fato pelas redes sociais e imediatamente se solidarizou com a inexperiência dos jovens, procurando o contato do grupo para oferecer um jantar como cortesia. Veja mais notícias do estado no g1 Bahia. Assista aos vídeos do g1 e TV Bahia 💻

FONTE: https://g1.globo.com/ba/bahia/noticia/2024/07/10/confusao-jovens-preco-vinho-virou-questao-de-prova.ghtml


#Compartilhe

Aplicativos


Locutor no Ar

Peça Sua Música

No momento todos os nossos apresentadores estão offline, tente novamente mais tarde, obrigado!

Top 10

top1
1. Seu Brilho Sumiu

MariFernandez

top2
2. Erro Gostoso

Simone Mendes

top3
3. Oi Balde

Zé Neto e Cristiano

top4
4. Traumatizei

Henrique e Juliano

top5
5. Vacilão

Zé Felipe

top6
6. A Culpa É Nossa

Maiara e Maraisa

top7
7. Dona de Mim

Ana Castela

top8
8. Leão

Marília Mendonça

top9
9. Love Gostosinho

Nattan

top10
10. Pátio do Posto

Zé Neto e Cristiano


Anunciantes